Esta é a chave que abre o portal do terceiro para o quarto chakra e que estaremos acionando na sequência do Toque de Unidade Deeksha das terças-feiras no CurArte.

Abaixo coloco fragmentos do capítulo do livro Retornando à Unidade – As Sete chaves da Ascenção, de Leslie Temple Thurston, cujo título é o deste artigo.

” Ter uma experiência de traição significa que estamos identificados com os programas da personalidade egóica, que estão nos dizendo que estamos sendo abandonados, sofrendo uma perda, experimentando uma quebra de confiança ou nos sentindo vitimados por algo. Quando sentimos como se merecêssemos ter nossas necessidades atendidas e isto não está ocorrendo, sentimo-nos traídos.

O diafragma é um dos principais lugares onde mantemos nossa energia em contração por causa dos golpes de infância- machucaduras baseadas na traição.

…A tensão na área do diafragma bloqueia a energia kundalini de fluir livremente ao chakra do coração, impedindo-nos de acessar emoções mais elevadas como perdão, tolerância, aceitação e alegria. .Deste modo, enquanto os ferimentos da infância permanecerem no lugar, somos incapazes de amar tanto quanto poderíamos.

… O foco é caminhar além da consciência da vítima , que é talvez o maior problema que a humanidade enfrenta nestes tempos. A consciência de vítima e seu oposto, o tirano, eatá impedindo o mundo todo de ascender ao novo paradigma de consciência centrado no coração. Quando desatamos o nó da traição associado com a consciência de vítima, damos um passo gigantesco para frente, indo além das polaridades vitima-tirano, de poder e impotência, de ganhar-perder, para o paradigma do amor e da consciência do vencer-vencer”.

A Arte de Perdoar

O perdão é o processo de ligar-nos com nossa eternidade, com nossa luminosidade e à calma simplicidade de nossa mente purificada.

VEJA O QUE VOCÊ PODE PERDOAR E O QUE NÃO PODE.

E SE NÃO PUDER PERDOAR, POR QUÊ NÃO.

SE HÁ ALGO QUE NÃO PODE PERDOAR VOCÊ PODE VER QUE A SUPERFICIE DA CONSCIÊNCIA ESTÁ NA AUTOPIEDADE …

OBSERVE!

Anúncios