O despertar está a disposição de todo o ser humano que verdadeiramente estiver conectado com o seu coração, porque este ser humano estará agindo a partir do amor.

A mensagem, repetida por todos os Mestres, não está vinculada a nenhum dogma ou religião.

A despeito disto, cada Mestre – parte da consciência suprema ou una – veicula um entendimento, que desencadeará no discipulo o desejo de aprender.

APRENDER É A ARTE DE INTEGRAR O CONHECIMENTO

À LINGUAGEM DO CORAÇÃO,

E DELE FAZER O CAMINHAR.

FESTIVAL DE WESAK
19 de maio de 2008, às 23:12 (horário de Brasília)
conecte-se com esta energia de luz.

A Lua Cheia de Touro passando este ano por escorpião marca um momento importante do ano porque estabelece uma relação única entre a Terra, o Sistema Solar, o Zodíaco e o Zodíaco Maior.

Nesta configuração singular de Planetas e Galáxias, temos o mais importante triângulo de energia com o nosso Sistema Solar, formado pela Ursa Maior, as Pleiades e Touro.Nesse dia, a própria Hierarquia se transforma num canal de transmissão de poder e bênçãos dos níveis nos quais o Buddha pode ser encontrado.

Wesak é o primeiro dia no calendário espiritual e nele, em vez da luz do Sol, temos a estrela Aldebaran, conhecida como o Olho de Touro, brilhando sobre nossa Terra. Esta luz revela o Plano, e a energia que dela se derrama remove muitos obstáculos nos indivíduos, nas nações e na humanidade como um todo.

Na época da Lua Cheia de Wesak, temos uma grande oportunidade de limpar nossos corpos: etérico, emocional e mental, pois abre-se uma janela através da qual o homem pode atingir um nível muito elevado de compreensão.

Ele sente por um momento que ele EXISTE e que o Cosmos EXISTE. Ele é uma coisa só com o Cosmos, e então a separatividade desaparece. Entretanto, o registro, assimilação e a irradiação dessas energias depende do estado dos centros de nosso corpo etérico.

O Festival de Wesak está construindo uma ponte dourada entre os planos físico, emocional, mental, intuitivo, átmico, monádico e divino. Visa, em última instância, estabelecer uma linha de comunicação entre a matéria e o espírito favorecendo a integração dos três centros planetários: Shamballa, Hierarquia e a Humanidade.

Durante a Lua Cheia de Wesak, Buda e Cristo, em sua perfeição conjunta,se reúnem com os demais membros da Hierarquia, e servindo-se de injunções cósmicas, intensificam a entrada e a disseminação de energias divinas para toda a Terra.

As cerimônias realizadas pelos Mestres com os Iniciados e Discípulos durante a Lua Cheia são um processo de criação de um grande campo eletro-magnético para invocar, evocar e assimilar essas energias em todos os planos.

Anúncios